O Android é baseado em unix, uma das plataformas mais estáveis e seguras. Com suas diversas bases de processos, ele pede autorização para tudo. “Esse aplicativo vai usar o 3G”, “Esse aplicativo pode mandar SMS”. Quem precisa ler essas mensagens e negar seu acesso é o usuário.

Além disso, o sistema ganha, sim, constantes atualizações. Os com hardware mais antigo nem sempre as suportam, mas isso acontece com qualquer dispositivo. Além disso, com a rapidez que trocamos de aparelho, é raro ficar muito tempo desatualizado.

O Android não está livre da maior ameaça para todo sistema: o mal uso. Alguns comportamentos antigos e conhecidos continuam fazendo vítimas. Cavalos de tróia e phishing são os mais comuns.

A recomendação máxima ainda é a de sempre: baixe apps da Market Store. Antes o Google só removia os apps depois de uma denúncia, mas agora ele avalia o código antes do programa participar da loja. Assim fica ainda mais confiável.

Temos algumas dicas para usar o Android da melhor forma possível.

– Você pode bloquear a tela do telefone para evitar que acessem ou não bloquear para que consiga rastreá-lo via satélite

– Tenha atenção redobrada para instalar apps

– Mantenha seus apps sempre atualizados

– Faça backups periódicos, com aplicativos como o Titanium Backup.

– Proteja seu aparelho com um antivírus para dispositivos móveis, como por exemplo o Kaspersky Mobile Security (versão Lite). Esse antivírus é considerado uma das melhores soluções de proteção contra Malware. Concorra a uma versão Full do App clicando aqui.

Mais uma dica é não dar acesso root ao seu aparelho. O acesso root dá controle total ao usuário e ao fazer isso, você perde a garantia de seu aparelho. Além disso, um arquivo malicioso com acesso a essa camada pode fazer um grande estrago, como monitorar tudo que você escreve – inclusive cartões de crédito.